terça-feira, 20 de julho de 2010


É desastroso TUDO isso, às vezes penso que vou morrer assim: comilona, gorda, solitária, triste, com a auto-estima destruída e fragilizada por todas as experiências que já passei: uso de laxantes em altas doses, remédios emagrecedores, exercícios físicos intensos, preocupações, abusos e exageros. E eu, como fico nisso? Um fragmento do nada. Foi o que restou de mim.

2 comentários:

Cinderela disse...

Eu entendo, mas não aceito.

Não gosto de ver você assim...

Espero melhoras

Kisses

A Noiva Cadáver disse...

Calma gata, o processo é lento.